Depoimentos de Vampiros Reais


Depoimento de A.J., uma paulista com cerca de 30 anos.

 

Não sei se isso é genético, mas posso dizer que essa “particularidade” está presente na minha vida desde que me entendo por gente e, recentemente, “acordei” para isso (…). Comigo, tudo começou com o meu interesse a respeito do assunto. Eu, na época uma garota sem o menor discernimento, lia um monte de abobrinhas e não sabia no que confiar. Aos poucos, iniciei um projeto de auto-conhecimento extremamente traumático. Voltar-se a si e surpreender-se com a descoberta sempre machuca. Comecei a ter muitos sonhos estranhos e sabia que deveria prosseguir. Consegui manter a cabeça no lugar e perdi um pouco o medo do que estava por vir.

Comecei a conversar com algumas pessoas que eram como eu. Conheci algumas pessoalmente, mas eu ainda tinha medo de perder o controle. Era estranho pensar que, de repente, enxerguei-me como algo comumente desacreditado, apesar de as coisas que aconteciam comigo serem bem diferentes do que é narrado na ficção (…). Minha aceitação demorou bastante, e isso faz muito tempo (…).

Demorou, mas com o tempo aprendi a ser calma e a entender melhor o que é a “fome”. Eu acordo, trabalho, volto para casa, durmo, e ela continua sempre lá, escondida dentro de mim, esperando a hora certa de se insurgir. Eu particularmente nunca precisei de muito sangue, minha necessidade é moderada. Aceitar a fome é torná-la menos assustadora. Aos poucos você aprende a controlá-la, como num regime.

Normalmente ela vem acompanhada de enxaquecas e mau humor. Neste caso, ocupo-me de algo que desvie minha atenção, pois assim não dou muita bola para os sintomas. Antigamente, queria viver sem isto, ser uma pessoa “normal”. Eu me sentia mal de pensar que estaria me alimentando de alguém, mas hoje eu aceito sangue como quem aceita presentes. Prefiro, é claro, praticar isto com alguém que seja como eu, para que possamos doar um ao outro. Além de ser mais íntimo, é bem mais seguro.

Não gosto de variar doadores. Tenho um parceiro fixo com quem pratico isto. Não posso subestimar as muitas doenças transmissíveis; ainda que ingerir sangue represente o mesmo risco que sexo oral, nunca se sabe quando é que tiraremos a “sorte grande”. Quando você toma sangue de alguém, você não está simplesmente bebendo um líquido vermelho e quente. Você está entrando em contato com a energia daquela pessoa e, bem ou mal, ela passa a viver dentro de você. Não quero este tipo de contato com estranhos; sou um tanto territorial.

Infelizmente, não vivemos num mar de rosas. Quando se fica com fome, seus sentidos ficam mais aguçados, barulhos altos irritam, o sol incomoda mais e você invariavelmente enxerga pessoas como frangos assados. Se fico muito tempo sem me valer de meu doador, fico tonta, tenho calafrios e sinto um grande vazio na barriga. A temperatura de meu corpo cai um pouco, minha pele fica mais gelada e fico muito irritada. Mas passa.

Não sei se conseguirei explicar o que acontece comigo quando ingiro sangue. Geralmente eu não necessito de muito para me satisfazer. Alguns mililitros já são suficientes. A sensação é muito reconfortante, um calor na garganta e na barriga, como se ele estivesse sendo absorvido assim que tomado. Sinto um grande bem-estar, acompanhado duma leveza e duma leve vertigem. Nunca me senti enjoada ou com ânsia nessas ocasiões. Muitas pessoas dizem que sangue não pode ser digerido, mas ele pode. Se você tomar muito e não estiver acostumado, vai se sentir mal e pode até vomitar; mas, feito da forma certa, isso não acontece.

(…)

O que sei é que faço isso e não me envergonho. Muitas vezes, esqueço-me destes detalhes do meu cotidiano, mas duma forma ou de outra eles acabam me mandando um recadinho. Não me alimento de sangue há muito tempo, estou numa espécie de abstinência voluntária. Ultimamente, não tenho condições de dar muita atenção a este aspecto de minha vida que anda dormente, esperando um pouquinho de calma para poder voltar a me incomodar. Tenho pontos de vista que podem ser considerados “anormais” pela sociedade, mas não sou nenhuma psicopata. Respeito muito as pessoas ao meu redor, e, da mesma forma, exijo respeito. E assim, cautelosamente, continuo vivendo.

(Publicado em “Laços Sanguíneos: A Atual Subcultura Vampírica”, de José Octavio Stevaux Galvão. In: Cid Vale Ferreira, org., Voivode. Estudos sobre os Vampiros. Jundiaí: Pandemonium, 2002, p. 111-113.)

( fonte: www.carcasse.com )

26 Respostas to “Depoimentos de Vampiros Reais”

  1. 0010 - hockffeler Says:

    É EXATAMENTE COMO ME SINTO NÃO SEI OQUE FAZER MAIS ESTOU QUASE CHEGANDO OA PONTO DA LOUCURA MEU MAU HUMOR E OUTROS SINTOMAS ESTÃO ME DESTRUINDO. GOSTARIA DE SABER O QUE EU FAÇO PORQUE, MUITAS PESSOAS NÃO ME ENTENDEM E PESSOAS COMO NÓS NÃO ENCONTRAMOS COM FACILIDADE PARA FAZER O QUE O DEPOIMENTO ACIMA NOS SUGERE.

  2. Oscuridad Says:

    Le aconsejo que se calme y leer un buen libro …
    o mejor, empezar a escribir lo que siento …
    hay varios mundos inexplorados en nuestra mente …

  3. voces devem se tornar um vampiro

  4. rivaldo Says:

    já considero da raça amiga, se torne uma de nós…

  5. Mikaelen Says:

    Nooossa ….ñ sei oke esta acontecendo comigo…mais as minhas dores de cabeçã são realmente mto fortes …fui ao médico e ele disse ki ñ sabe oke é isso ki acontece comigo….e meu mau humor aaa nem comento…só quem vivo comigo sabe como é o meu humor…
    será ki vc pode me ajudar??
    vamos conversa…meu msn é m********n@live.com
    POR FAVOR …n sei mais oke faço …

  6. sou gotica e adoro entrar en coizas novas
    me add no msn vanessa1262@live.com

  7. jefferson Says:

    Olá eu queria saber uma coisa!!!

    Eu não sou vampiro mais ultimamente me sinto estranho eu como comida mais não me satisfaz eu so fico satisfeito quando eu bebo sangue que é meu proprio sangue meus pais não sabem disso e tambem sinto muita dor de cabeça eu fico muito de mau humor e quando eu vejo alguem sangrando eu fico doido mais eu tento me controlar!!! Vcs podem me ajudar se sou vampiro ou não??? Há e tambem eu não consigo dormir de noite só de dia.

    meu e-mail é jefferson.eiras@yahoo.com.br

  8. suzane gomes Says:

    eu ando meio estranha tendo uns sonhos estranhos esculto pessoas conversando pode estar muito distante tenho medo de atacar alguem imagina quando vejo sangue espirando no dedo ou em outro lugar de pessoas fico louca e desesperada nao sei o que faser minhas mudaças de umor me deixando louca sei negra que fico de mau humor estremamente extresada

  9. suzane gomes Says:

    nao sei o mque fazer hj tive um surto e ataquei uma garota nao consegui me controlar estou asustada nao saiu mais de casa comedo de atacar outra pessoa novamente o que faço para me destrair escultar minhas musicas de rock que parese piorar e me deixar mais descontrolada ainda tenho medo do que posso fazer por igualto para pasar a fome de sangue bebo bebida alcoolica café ou ate mesmo sangue de animais mais toda vida que vejo sangue humano me descontrolo o que faço estou desesperada nao sei o que fazer pf me ajudem precisso muito de ajuda.

  10. eu fiz o ritual da liliti e estou com um pouco de duvida gostaria que alguem me adc no msn que é juniorxvc@hotmail.com o do orkut é juniorxvw@dragon.com eu sei algumas coisas mais tenho duvida se o ritual deu certo aparecerão algum sintomas e gostaria que alguem me ajudase !

  11. Isaely Teobaldo Says:

    faz um bom tempo ja que eu to meio obececada por isso, tenho muita vontade de tomar sangue, mais ate do que eu consigo controlar. Minha cabeça dói o dia todo, tudo que eu como pra se mata minha fome cai no meu estomago como se fosse pedra causa muita dor e essa dor so passa quando eu ponho tudo pra fora. Quando estou com muita sede acabo tomando meu proprio sangue e tenho que me segurar muito quando alguem sangra perto de mim chega a me dar agua na boca quando falo disso, nao conheço ninguem como eu pra me ajudar. oque eu fasso?

  12. Marta Maelly Says:

    miga eu to do teu jeito…
    a comida ñ me satisfaz,eu passo o dia trancada no quarto me cortando e bebendo meu sangue, ñ consigo dormir nem de dia nem a noite, meus reflexos são muito rápidos,e eu escuto pessoas falando mesmo ki elas estejam longe, minha garganta queima quando eu vejo sangue até mesmo pela tv…..
    Espero ki eu ñ esteja louca.
    me adiciona no orkut:martamaelly@hotmail.com.
    preciso de ajuda e rápido.

  13. Marta Maelly Says:

    preciso de alguém ki me entenda!!!! por favor me ajudem…

  14. antonío oliveira Says:

    oi pessoal!!! eu tenho 17 anos e desde pequeno sempre me senti diferente das outras pessoas, sinto q hà algo dentro de mim q està so esperando o momento certo pra se manifestar! eu estudo magia e o ocultismo. e queria muito encontrar um vampiro real q possa me tranformar ou me passar seus conhecimentos obscuros! pfv! meu msn é : antonio_moral2010@hotmail.com ! pfv, q seja uma pessoa realmente seria! vlw!

  15. Juliana S. Says:

    É uma questão difícil, ainda mais para quem convive com isso.A vida não é fácil para mim a algum tempo, tenho passado os últimos meses apenas dentro de casa por fortes dores de cabeça e enjoos constantes, fui a um médico que me deu atestado escolar indeterminado por não saber o que tenho, desde o dia que saí correndo da sala de aula por meu amigo ter cortado a mão com a lamina de um apontador.Ele iria me seguir só que quando cruzei a porta da sala vi minha irmã segurar sua mão e dizer que não adiantaria me seguir, entrei correndo no bainheiro e alguns instantes depois minha irmã e minhas amigas entraram e me ajudaram, estava em um estado de choque,medo e povor deplorável, ninguém estava entendendo nada, eu menos ainda nunca havia ocorrído antes me surpreendi.Depois de um tempo voltei a sala, mas não foi uma boa ideia!Tinha um pouco se sangue no chão e na mesa do meu amigo que já havia sido levado para sala de emfermagem, começei a arfar, meus olhos lacrimejavam, minha garganta estava seca e minha cabeça doia muito.Fui levada as pressas ao hospital, o médico me afastou da escola e hoje estou aqui em casa sem poder sair nem comer direito (tudo está com um gosto horrível de areia) tomando remédios e bebendo de meu próprio sangue (as vezes um pouco de um dos meus irmãos) chegando a esse estado deplorável de qual preciso sair.
    Por favor me ajudem, não sei por quanto tempo irei aguentar tuto isso.

  16. Amanda Says:

    Nossa achei muito legal isso so porque eu nao sinto essas coisas que vcs sentem ! mais eu adoro vampiro e adoraria ser uma estou jogando um jogo de vampiros e eu acho muito legal!

  17. Amanda Says:

    vou voltar aqui sempre para conversar com vcs

  18. bem si quiser saber sobre tudo e so mim manda um convite no e-mail leidiane20gatinha@hotmail.com ou leidiane123_linda@hotmail.com

  19. nao sinto fome tenho uma sede que so passa quando tomo sangue tenho sonhos estranhos tenho sensiblidade a luz nao gonsiguo olha pro sol alguem pode me explica o que ta havendo?

  20. tenham paciencia meus caros colegas, com o passar dos anos voces iram aprender a ter o controle sobre suas mentes.

    • anonimo Says:

      É gente eu to com sintomas diferente de vcs e. nem sei se é boa ideia falar a vcs se alguem tive disposto a me ajuda comenta aew

  21. quem quiser sangue fresco entrar em contato….msn: nahommy_elizabeth@hotmail.com

  22. È,exatamente como me sinto as vezes Eu mato so para ter o gosto da morte em minhas mãos cain me criou sou um herdeiro direto e tenho poderes sobrenaturais e gostaria de um conpanheira para me satisfazer em td´s os sentidos,e se vc´s acham q os vampiros do crepusculo são iguais a nois está enganado pq somos iguais em apenas alguns aspectos somos lindos,frios,palidos(eu no caso sou moreno e num sou tão palido),Temos nossos olhares enpactantes nossos olhares despertão o desejo na presa e isso é bastante util na hora de caçar,no clã q eu habito (malkavian),sou o lider com apenas 15 anos sou capaz de matar um dos meus irmãos também criados por cain meu pai (“cain”) não sumiu, esta ibernando isso é comum entre nois somos obrigados a deixar sucesores cain me excolheu e durante 17000 anos reinarei entre meus irmãos sendo o “Presidente”,dos vampiros Comandando em misssões de recrutamento Eu sou o ancião o primeiro na linha de sucessão esse recrutamento acontesce acada 600 anos recrutamos 500 vampiros q habitão em varias partes do mundo td´s sobre meu comando

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: