Conheça alguns Vampiros Reais


VLAD III (1431-1476)

Nascido na região da Transilvânia, o príncipe Vlad III foi um guerreiro implacável. Na defesa do seu reino ele matou mais de 40 mil inimigos – boa parte foi empalada viva! Ele introduzia uma estaca no ânus da pessoa ainda viva, transpassando até o tórax. Por isso, ele recebeu o sobrenome de Drácula (filho do dragão). Foi ele que inspirou Bram Stoker a criar o personagem Conde Drácula.  (veja a história completa dele neste Blog)

 

ELIZABETH BATHORY (1560-1614)

Nascida na Eslováquia, a condessa Bathory era louca por sangue. Após a morte do marido, ela ficou maluca e passou a se banhar com sangue de jovens virgens para preservar sua juventude. Muitas vezes as vítimas eram espancadas e jogadas nuas na neve para congelar até a morte. Estima-se que ela sacrificou mais de 600 pessoas até ser condenada à prisão perpétua em 1610. Essa história até inspirou um filme: “A Condessa Drácula” em 1971. (veja a história completa dela neste Blog)

 

 

PETER PLOGOJOWITZ ( 1666-1728)

Esse caso foi um dos primeiros casos de vampirismo documentados. Aconteceu num pequeno vilarejo na Sérvia. Segundo relatos, após sua morte, Peter apareceu para o filho pedindo comida. Espantado, o seu filho negou o pedido e alguns dias depois o menino apareceu morto. Depois desse facto, no mesmo vilarejo, várias pessoas morreram com sinais de perda de sangue. Quando o corpo de Peter foi exumado, os olhos estavam abertos e tinha sangue fresco na boca. Até um jornal local relatou esse caso. Bastou isso para se crer que ele era um vampiro. Uma estaca foi cravada no seu peito e seu corpo foi queimado. Depois disso, não houve mais mortes por essa causa na região. (veja a história completa dele neste Blog)

 

HENRI BLOT (1886-?)

No dia 25 de março de 1886, o francês Henri Blot foi ao cemitério da sua cidade e violou o corpo de uma bailarina, morta no dia anterior. Três meses depois, fez sexo com um cadáver de outra jovem morta e bebeu seu sangue. Só que o maluco acabou dormindo ao lado da sepultura da menina e foi preso na manhã seguinte. Durante o julgamento, ele afirmou que precisava de sangue para viver. Foi condenado a apenas 2 anos de prisão por violação de sepultura e depois de cumprir a pena ele sumiu.

 

JOHN GEORGE HAIG (o Vampiro de Londres)

A biografia desse inglês é tão assustadora que ele ganhou até estátua no Museu de Cera. O problema começou na infância, quando ele mutilava os próprios dedos para beber o sangue. Aos 40 anos, foi condenado à forca por ter assassinado cruelmente nove pessoas. Ele cortava o pescoço das vítimas, bebia o sangue todo e derretia seus corpos numa tina de ácido. Na hora de sua execução, em 1949, ele gritou: “Deus, salve meu filho da maldição do Drácula!”.

 

PETER KÜRTEN (O Vampiro Alemão)

Este serial killer sentia um enorme prazer quando via o sangue jorrando do corpo das vítimas, geralmente crianças. Ele estuprava e esfaqueava até atingir o orgasmo. Portador de uma patologia denominada hematomania, também costumava beber o sangue das suas vítimas. Depois de vários assassinatos, foi preso e condenado à morte por decapitação, aos 48 anos.A sua história serviu de inspiração para o director Fritz fazer o filme “M”.

 

fonte:  fotos pesquisadas na internet e no site portugalparanormal

11 Respostas to “Conheça alguns Vampiros Reais”

  1. Oi André, tudo bem?
    Olha, sobre Elisabeth Bathory, tem um outro filme muito legal, chamado Condessa de Sangue. É preciso ter muita paciência para assisti-lo porque é longo, mas muito útil como referência histórica da época e com uma visão diferente do que acreditamos até hoje sobre ela: neste filme ela é vítima de conspiração política. Mas assista, é muito bom mesmo! O filme dá até uma visão científica sobre seus “banhos vermelhos” e mostra um caso fictício (nada comprovado historicamente, apenas um floreio do diretor) que ela teve com o famoso pintor barroco Caravaggio.
    Achei muito interessantes, bizarros e criativos os penteados que ela usava.

    Segue o link para download:
    http://irrestrito.com/2010/04/download-condessa-de-sangue-bathory/

    Segue o link com a crítica do filme:
    http://gardenalcomfantauva.blogspot.com/2009/06/critica-bathory-2008.html

    Um grande beijo,
    S.Luciaurea

  2. eu acredito muito nisso eu sei q esiste

  3. eu queria ser uma vampira pra mim se vimga de todo mundo meu nome e ana carolina gomes

  4. eu quero virar vampira pra mim sim vimga de todo mundo

  5. deixa nao quyero mais nao rsrsrs

  6. Olá!quero deixar uma coisa bem clara:os vampiros nao saiem por ai dizendo o que eles sao de verdade.os vampiros costumam guardar segredo da existencias deles.e se algum vampiro nao seguir essa lei seram condenados.

  7. ana beatriz Says:

    eu acredito em vampiros quando eu era criança eu via vutos e uma vez na fazenda que eu morava eu vi sangue no chão e pegadas de pessoas

  8. ana beatriz Says:

    eu acredito e vou provar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: